A empresa norte-americana Oracle entrou com um processo contra o Google pedindo US$ 2,6 bilhões por descumprimento da patente Java, de acordo com informações do site CNET.

Essa reclamação foi registrada nos tribunais federais do norte da Califórnia e trata-se de um conta “por cima” dos prejuízos causados pela violação da patente nos sistemas Android do Google, que é usado em celulares, smartphones e tablets.

No processo, a Oracle afirma que os sistemas Android já incluem o Java, que foi adquirido em janeiro do ano passado pela empresa. O criador original da tecnologia foi a Sun Microsystems, empresa o qual Eric Schmidt, o ex-chefe do Google, trabalhava.

Se o processo for aceito, os aparelhos que utilizam o sistema operacional Android podem sofrer uma grande queda de vendas, depois de ter se tornado o líder no mercado de smartphones, inclusive à frente de concorrentes como a Apple e Microsoft.

Fonte: TechGuru